Arquivo mensal: fevereiro 2018

Mendonça vice de Alckmin

Alckmin-Mendonça

O ministro da Educação, Mendonça Filho (DEM), confirmou nesta quarta-feira, 21, que irá deixar o governo até o começo de abril para disputar as eleições deste ano.

Mendonça ainda não definiu qual cargo vai disputar.

Nos bastidores, busca se viabilizar como candidato a vice, numa composição do DEM com o PSDB do presidenciável Geraldo Alckmin. Depende, no entanto, das pretensões do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, que pode ser o candidato democrata ao Palácio do Planalto.

O ministro também é cotado para concorrer ao governo de Pernambuco, estado em que fez carreira política.

Maria Helena deve assumir o Mec

maria helena

Com a saída de Mendonça Filho (DEM), anunciada para abril, o Ministério da Educação deve ser comandado pela atual Secretária-Executiva do órgão, Maria Helena Guimarães Castro, ligada ao PSDB.

Para assumir a pasta, ela poderá se desfiliar do partido uma vez que os tucanos já decidiram não mais indicar cargos para o governo Temer.

Maria Helena já foi secretária de Educação do Estado de São Paulo e do Distrito Federal.

Intervenção no Rio

Por 55 votos a 13, o Senado validou a intervenção federal na segurança do Rio de Janeiro. O decreto está em vigor desde sexta-feira (16), mas precisava do aval do Congresso.

Enquanto vigorar a medida, o general de Exército Walter Souza Braga Netto, será interventor no estado e terá o comando da Secretaria de Segurança Pública, Polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros e do sistema carcerário fluminense.

Tramitando em regime de urgência, o decreto seguiu da Câmara para o plenário do Senado, sem passar pelas comissões da Casa.

Duro recado

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, mandou avisar ao governo que não colocará em votação pontos da reforma da Previdência por meio de projetos de lei ou medida provisória.

A ideia passou a ser cogitada depois que o presidente Temer anunciou a intervenção federal no Rio – medida que impede mudanças na Constituição. Originalmente, a reforma da Previdência é uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC).

Paes inelegível

paes-e-pedro-paulo.jpg

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro julga nesta quarta-feira (21) um recurso do ex-prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB), e de seu candidato nas eleições passadas, o deputado federal Pedro Paulo (PMDB), contra decisão que os tornou inelegíveis por 8 anos.

Em dezembro, relator do processo considerou que houve “abuso de poder político-econômico” na eleição municipal de 2016.

 

Wesley fora da prisão

O empresário Wesley Batista presta depoimentos às CPI da JBS e do BNDES Foto Marcelo Camargo, Agência Brasil.jpg
Wesley Batista. Foto Marcelo Camargo, Agência Brasil

O empresário Wesley Batista deixou a cadeia após decisão do Superior Tribunal de Justiça. A Sexta Turma do STJ decidiu substituir a prisão preventiva do dono da JBS por medidas cautelares.

Wesley não poderá deixar o país sem autorização e será monitorado. Enquanto isso, Joesley Batista continuará preso.